Sessão na Câmara Municipal de Aldeias Altas é marcada por denúncia de falta de medicação e bate-boca entre vereadores

Por RM

Postado em 22/02/2019 10:50:16



A equipe de reportagem do ‘Portal Destaque do Maranhão’ acompanhou a sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Aldeias Altas (MA), marcada pela discussão entorno da existência ou não de remédios na farmácia do Município e pelo bate-boca entre os vereadores Almeida Adilino (PPL) – que se retirou do Plenário, após ter o seu microfone desligado, durante um debate com o ex-presidente da Casa, Jailson Paiva (PPL).

Uma nova regra da Casa – aprovada na última sessão do ano passado – impediu a entrada na galeria de pessoas usando bermuda, short ou minissaia. Quem quis acompanhar de perto os trabalhos da vereança, teve de se contentar em assistir tudo do hall de entrada, em pé.

Falta de medicamentos

Tão logo foi concluída a leitura dos requerimentos a serem votados naquela ocasião, a vereadora Juliana do Valdeci denunciou a falta de medicamentos na farmácia básica do Município. Os vereadores Ribinha (PHS) e Salete (PRP) – que integram a base aliada ao governo do prefeito Zé Reis naquele parlamento – contestaram as denúncias apresentadas pela colega.

O vereador Ribinha garantiu que existe, sim, medicamentos na farmácia do Município, e que se não tivesse, ele mesmo denunciaria. Na avaliação do parlamentar, toda denúncia só faz sentido se for pautada na verdade.

A vereadora Juliana, no entanto, manteve a denúncia e disse, inclusive, que retornará à farmácia para ver se os medicamentos chegaram. “Se tem medicamento, chegou na terça ou na quarta-feira, porque eu estive lá na segunda-feira e não havia remédio algum”, enfatizou ela.

À reportagem do ‘Portal Destaque do Maranhão’, Juliana do Valdeci prometeu postar fotos com o estoque de remédios existente na farmácia do Município. 

Bate-boca

Mas o clima da sessão esquentou mesmo quando o bloco de oposição – composto de quatro vereadores – exigiu uma retratação do ex-presidente da Casa, o vereador Jailson Paiva, que teria sido ríspido com os colegas na derradeira sessão de 2018.

O ex-presidente foi à tribuna para se justificar. O vereador Almeida Adilino não gostou das explicações do colega e pediu um aparte. Os dois bateram boca e o presidente da Casa, vereador Jeová Lucas (MDB) desligou o microfone de Adilino, que, revoltado com a medida retirou-se do Plenário.

“Em respeoto ao povo de Aldeias Altas eu preferi sair do Plenário, o prório presidente não ia garantir a minha fala, pediu inúmeras vezes para eu parar de falar. Em todo lugar tem de ter democracia, principalmente numa Câmara de Vereadores”, disse Almeida Adilino. 

Ao final da sessão, os vereadores Boré (PRB) e Alice do Sindicato (PRTB) botaram panos quentes na polêmica e tentaram pacificar o ambiente interno na Câmara Municipal de Aldeias Altas. “Todos aqui são cidadãos, pais e mães de família. É natural que a temperatura suba uma ou outra vez, mas precisamos estar atentos para que não haja exageros”, disse Boré. 

O presidente Jeová Lucas não quis falar com a reportagem.



  Deixe seu comentario aqui



  0 comentário:

Nenhum comentário ainda foi registrado. Seja o primeiro a comentar!

Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts