Paulo Marinho completa um mês no xilindró

Por admin

Postado em 21/11/2017 09:57:55



 

O ex-prefeito de Caxias, Paulo Marinho, completa hoje um mês de prisão... Para ser exato, são 31 dias de xilindró. Foi preso pela Polícia Civil por volta do meio-dia de uma sexta-feira, 24 de outubro. Passou a primeira noite na Unidade Prisional de Ressocialização - antiga CCPJ de Caxias. Dia seguinte, foi levado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. A transferência do presidio de Caxias para as Pedrinhas ficou marcada pelo vexame de alguns jovens advogados que protestaram na porta da cadeia pelas “prerrogativas do preso”. 

Na Penitenciária de Pedrinhas, o político que teve o mandato de deputado federal cassado por corrupção foi devidamente qualificado – a foto dele vestido num uniforme de presidiário foi parar em inúmeros blogs e sites do Maranhão e até de outros estados também. E viralizou nas redes sociais. Após uma semana trancafiado numa das celas da Penitenciária de Pedrinhas, a justiça o transferiu para prisão domiciliar onde ele permanece, monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

Vez por outra Paulo Marinho é visitado na prisão domiciliar onde se encontra. Diversas fotos de políticos ligados ao atraso já foram divulgadas nessas ocasiões - apesar de texto algum sequer citar que o cara cumpre prisão domiciliar. Mas, isto é o de menos. Um preso pode sim receber visita. A lei permite. O que é extravagante é o cara passar o dia no Facebook fazendo proselitismo político e esculhambando meio mundo de gente, inclusive o governador do Estado. São essas e outras situações no mínimo esdrúxulas que alimentam a impunidade no país.



  Deixe seu comentario aqui



  0 comentário:

Nenhum comentário ainda foi registrado. Seja o primeiro a comentar!

Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts