Parece que os professores estão mesmo na mira do “Cabeludo”

Por admin

Postado em 24/01/2018 09:44:06



De novo, o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, dá marcha a ré e revoga uma medida arbitrária, antes que uma onda de insatisfações virasse um tsunami. E de novo, os prejudicados seriam os professores que tiveram retirado de seus salários o montante de R$ 700,00. Parece que a categoria virou o alvo preferido do mandatário municipal. E, para não perder a mania, de novo, o “Cabeludo” tergiversa para tentar justificar o injustificável – em nota, afirma que “houve um erro no sistema” e que o valor descontado no contracheque será reposto. Que coisa hein?!

O prefeito perdeu por completo qualquer resquício de credibilidade com os professores, depois daquela malfadada tentativa de não repassar o abono anual referente à sobra do Fundeb de 2017 – algo em torno de R$ 12 milhões, segundo o Sintrap. Pressionado, o “Cabeludo” voltou atrás e prometeu – e ele só promete aquilo que pode cumprir, como o próprio dizia em campanha eleitoral – pagar R$ 1 mil até o final deste mês de janeiro – mesmo valor pago pelo governo anterior, há mais de um ano, e considerado, na época, pelo então vereador Fábio Gentil, uma esmola.

Eleito num golpe de sorte, aliado a uma bisonha campanha eleitoral do adversário, Leo Coutinho – até hoje o único candidato que vi sair de camisa preta em foto do material de propaganda (cartaz e santinho) -, o prefeito Fábio Gentil faz um governo sofrível do ponto de vista administrativo. Embora tenha conseguido, até aqui, manter a folha salarial no dia 20 de cada mês em curso - uma tradição implantada em Caxias pelo ex-prefeito Humberto Coutinho, lá atrás, ainda em janeiro de 2005, e mantida durante todo o governo Leo Coutinho -, há derrapagens decorrentes de falta de pagamento salarial para contratados, sobretudo aqueles que trabalham em obras paralisadas, justamente, pela falta do “faz-me rir”. Alguns prestadores de serviços também dizem ter passado todo o ano passado num sufoco medonho – vide aqueles que fazem o transporte escolar, por exemplo.



  Deixe seu comentario aqui



  0 comentário:

Nenhum comentário ainda foi registrado. Seja o primeiro a comentar!

Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).