Os 3 de Caxias

Por admin

Postado em 23/04/2018 07:01:28



A eleição para deputado estadual deste ano tende ser a mais acirrada das duas últimas décadas em Caxias (MA). Pela primeira vez, em mais de vinte anos, a cidade volta apresentar mais de uma candidatura competitiva – agora serão três com amplas possibilidades de chegar lá. Cleide Coutinho (PDT), Zé Gentil (PRB) e Adelmo Soares (PCdoB) – pelas mais diferentes razões – reúnem, cada um a seu modo e estilo, condições reais e favoráveis de conquistar um assento na Assembleia Legislativa do Maranhão para a Legislatura 2019/2022. 

CLEIDE

 

A ex-deputada Cleide Coutinho vem embalada no legado deixado pelo marido, o ex-deputado Humberto Coutinho, morto no primeiro dia deste ano, vítima de um câncer, quando, no exercício do 5º mandato no Legislativo estadual, dava início ao 2º de presidente da Assembleia, reeleito que fora por unanimidade pelos colegas parlamentares. Único prefeito reeleito na história de Caxias, não é pouca coisa o legado que HC deixou para a cara-metade. Porém, é preciso levar em conta ainda que, apesar da figura influente do marido – o maior líder de Caxias e região das últimas três décadas -, Cleide tem luz própria – foi deputada por dois mandatos consecutivos, sendo a “mãe” de algumas das conquistas mais importantes para Caxias e região durante o governo Flávio Dino, como o Colégio Militar, o Corpo de Bombeiros Militar e o recém-implantado serviço de tratamento oncológico do Hospital Regional Dr. Everaldo Ferreira Aragão. É bem verdade que Cleide não conseguiu manter, na sua totalidade, a base política construída pelo marido ao longo dos cerca de 30 anos de intensa atividade político-partidária, entretanto, deve-se reconhecer que a maioria dos prefeitos e ex-prefeitos que acompanhava HC permanece ao lado dela – inclusive, com a entrada de outras lideranças igualmente importantes, como, por exemplo, o prefeito de Coroatá. Bem-relacionada com todas as correntes que dão cores e vida ao Parlamento estadual, Cleide Coutinho, se eleita, é um dos nomes cotados para assumir a Presidência da Casa a partir de 1º de janeiro de 2019.

ZÉ GENTIL

ZE_GENTIL 

O ex-deputado Zé Gentil chega embalado na estrutura montada pelo filho, o prefeito de Caxias Fábio Gentil, que não tem medido esforços e nem distância para buscar apoios importantes em favor da candidatura de seu genitor. Principal liderança política de Caxias na atualidade, o “Cabeludo” sabe jogar e, por isso, são evidentes os espaços que ele tem aberto para pavimentar a volta do genitor à Assembleia Legislativa do Maranhão, onde Zé Gentil figurou como um de seus nomes mais proeminentes na década de 80. E o iminente retorno do “Zé das Mães” será um feito e tanto – quase do tamanho da eleição do filho para prefeito -, pois até um ano atrás ninguém sequer cogitava na possibilidade de Zé Gentil voltar a disputar uma eleição – tem até gaiato que tira onda dizendo que a “ressurreição” de Zé Gentil se deu pelas mãos do ex-prefeito Leo Coutinho, naquela bisonha derrota eleitoral de 2016. Brincadeira à parte, Zé Gentil deve ser levado a sério, e não somente pela estrutura montada pelo filho prefeito. O “Zé das Mães” é uma figura simpática que se dá com todo mundo e, até por isso, tem carisma e é envolvente – uma figura leve de ser apresentada. E tem, sim, qualidades próprias que ajudam a formatar um nome palatável e, portanto, uma candidatura extremamente competitiva. 

ADELMO

ADELMO 

Adelmo Soares chega embalado pelo grande trabalho que fez à frente da Secretaria de Estado da Agricultura Familiar (SAF). Ungido pelo governador Flávio Dino para ocupar uma pasta da qual ele pouco ou nada entendia, Adelmo estudou a fundo a área de atuação para a qual fora convocado e deu um show de eficiência – a exemplo daquilo que fizera na Secretaria Municipal de Esportes e Juventude – que ele também pouco conhecia – durante os dois primeiros anos da gestão Léo Coutinho. O caxiense foi, sem dúvida, um dos mais destacados auxiliares do governador, tendo proporcionado avanços importantes à agricultura familiar do Maranhão – numa pasta que, diga-se de passagem, nos governos anteriores, somente existia no papel e que Adelmo, com o aval de Flávio, tornou uma das mais eficientes e de maior visibilidade do Estado. Depois, pavimentar uma candidatura competitiva foi fácil, ainda mais para um cara como Adelmo, bem articulado e envolvente, que sabe alinhavar alianças. Se eleito deputado – algo totalmente possível pela cotação de hoje –, Adelmo Soares estará automaticamente credenciado à disputar a Prefeitura de Caxias em 2020.  



  Deixe seu comentario aqui



  0 comentário:

Nenhum comentário ainda foi registrado. Seja o primeiro a comentar!

Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts