Lula admite que errou por não ter democratizado o controle dos meios de comunicação

Por RM

Postado em 08/07/2019 08:11:05



 

No documentário “Democracia em vertigem” – em exibição no canal Netflix –, questionado sobre se ele se arrepende de alguma coisa, o ex-presidente Lula da Silva admite arrependimento “por não ter mandado para o Congresso a regulação dos meios de comunicação”. O registro foi feito horas depois da votação no Congresso Nacional que aprovou impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

Este redator sempre disse que entre os graves erros de Lula à frente da Presidência da República, tirante a corrupção endêmica e desenfreada, está o fato de ele não ter democratizado o controle dos meios de comunicação no Brasil. Pior que isso, durante a era petista, não apenas se manteve o monopólio do setor, como registrou-se um retrocesso no acesso às concessões de emissoras de rádio e televisão.

Neste ponto, aliás, o governo do sociólogo Fernando Henrique Cardoso avançou bem mais, ainda que não o suficiente. O ministro das Comunicações, Sérgio Mota, travou uma luta aberta contra as famílias que detém o monopólio sobre o controle dos veículos de comunicação. Serjão, como era chamado, conseguiu avançar na questão, mesmo que timidamente.

Lula, por sua vez, poderia ter avançado muito nessa questão. Sua popularidade lhe permitiria afrontar as famílias da “casa grande” e democratizar o setor. Infelizmente, o petista deixou-se seduzir pelo luxo e canto de sereia da elite. Virou figura carimbada nas altas rodas da high society, passou a frequentar jantares, sobretudo aqueles organizados pelas famílias detentoras do monopólio da comunicação. Em algum momento o petista chegou achar-se um deles. E foi aí que o operário se perdeu. Coitado!

Veja o vídeo aqui.



  Deixe seu comentario aqui



  1 comentário:

Por: Maycon Lopes

Só nao concordei a parte em que o redator quis mostrar Lula como vítima! Ele nunca foi e nunca será.



Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts