Feiras da Agritec movimentaram cerca de R$ 2 milhões na comercialização da agricultura familiar

Por RM

Postado em 11/11/2019 18:37:24



A maior feira do setor da agricultura familiar no Maranhão foi realizada, no último fim semana, reunindo milhares de pessoas no município de Barreirinhas. A 19ª Agritec concluiu mais um ano positivo na comercialização dos produtos oferecidos.

Somando todas as edições, cerca R$ 2 milhões movimentaram a economia local e regional onde a Agritec foi realizada. Barreirinhas foi a última realizada este ano. Em agosto, a Agritec aconteceu em Presidente Dutra.

A comercialização na Agritec envolve produtos vendidos nos estandes de municípios, movimentos sociais, feirinha da agricultura familiar, venda de animais e alimentação.

A Agritec dos territórios Munim, Lençóis e Delta teve a presença de agricultores familiares de 18 municípios destas regiões, entre os quais José Gomes da Silva Tavares, conhecido como Janjão, do quilombo Jacareí dos Pretos, de Icatu.

“A Agritec é um grande impulso para os agricultores quilombolas do Maranhão, pois estamos iniciando um novo ciclo de produção nos quilombos; uma produção com maior qualidade e com novas oportunidades de expor e comercializar”, afirmou Janjão.

Exposição de mandioca, farinha, hortaliças, frutas, legumes e verduras tem em toda feira e, na Agritec, não poderia ser diferente. Mas um dos atrativos da feirinha foi a comercialização da juçara de Axixá, que foi vendida e servida para quem visitava a barraca de Ribamar Ferreira.

“Estou tendo uma satisfação muito grande em participar da Agritec e trazer meu produto para comercializar. Nossa juçara é muito procurada porque é nutritiva e a região do Munim, mais especificamente o município de Axixá, produz juçara de boa qualidade, e o público que vem para a Agritec provou e aprovou essa delícia do Maranhão”, ressaltou o produtor de juçara.

A Agritec é uma realização do Governo do Estado, por meio do Sistema de Agricultura Familiar, Sistema SAF, formado pela Secretaria de Estado de Agricultura Familiar (SAF), Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp/MA) e Instituto de Colonização e Terras do Maranhão (Iterma/MA).

Da comunidade Bosque, zona rural de Barreirinhas, a agricultora familiar Teresinha de Jesus levou frutas, legumes e verduras para a Agritec e, na avaliação dela, essa foi a melhor iniciativa do Governo do Estado para o agricultor familiar.

“Esta feira foi a melhor coisa que o Governo fez para a gente, agricultor e agricultora familiar, divulgar nosso trabalho. Tenho uma plantação e eu trouxe produtos para expor e vender, como mamão, banana, manga e abóbora. Tudo da roça”, disse a agricultora.

Além da comercialização de produtos da agricultura familiar, a Agritec levou, também, artesãos das regiões para expor por meio do Ceprama Itinerante, organizado pela Secretaria de Estado do Turismo (Setur).

A moradora do povoado Mandacaru, de Barreirinhas, Dulcimar Alves, disse que a Agritec foi um privilégio muito grande. “Pela primeira vez participo do projeto do Ceprama e tivemos a oportunidade de trazer para Agritec o artesanato que produzimos. É muito gratificante ter este espaço para mostrar o que produzimos, como tiara, cinto, colar de fibra de buriti, e outras peças de decoração feitas com conchas”, contou entusiasmada.

A Agritec Barreirinhas teve novidades. Artesãs de Barreirinhas apresentaram peças de artesanato, por meio de um desfile, o que chamou atenção e ganhou aplausos do público. Saias, vestidos, colares e brincos feitos de fibra de buriti foram destaque no desfile.

E não podia faltar a gastronomia regional. O Sistema SAF realizou um Salão de Gastronomia da Agricultura Familiar para mostrar variados pratos feitos com a produção da agricultura familiar, como buriti, peixe, camarão, vinagreira e outros ingredientes da culinária regional.

“Esta edição em Barreirinhas tem uma simbologia peculiar pelo turismo e agricultura familiar muito forte desenvolvidos na região. É um dos municípios com o maior número de assentamentos, grande produção de castanha e mandioca, além do rico artesanato. Neste sentido, a Agritec vem somar todos os fatores em um grande evento, resgatando o valor cultural da zona produtora e criando uma energia positiva para os negócios na região”, disse o secretário de Estado da Agricultura Familiar (SAF), Júlio Mendonça.

Agritec

Barreirinhas sediou a 19ª edição da Agritec, uma iniciativa do Governo do Maranhão em parceria com Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural-Senar (Senar), movimentos sociais e Prefeitura.

 

 



  Deixe seu comentario aqui



  0 comentário:

Nenhum comentário ainda foi registrado. Seja o primeiro a comentar!

Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts