Cabeludo é favorito, mas subestimar adversários não é saudável

Por RM

Postado em 01/10/2019 06:23:05



 

Prefeito Fábio Gentil

O favoritismo do prefeito Fábio Gentil (PRB) nas eleições municipais do próximo ano em Caxias (MA) é notório, as pesquisas afirmam isso, pelo menos na cotação de hoje. Mas daí subestimar e, em alguns casos, debochar de prováveis adversários que podem se viabilizar na corrida eleitoral é um erro que pode ser fatal para as pretensões do grupo atualmente abancado no Palácio da Cidade. A história recente de Caxias é pródiga em exemplos.

Em 2004, a então prefeita Márcia Marinho (na época no PFL) atrasava salários e outros pagamentos, mas ainda assim sua reeleição era dada como favas contadas. O anúncio do então deputado estadual Humberto Coutinho (na época PTB) como o principal adversário oposicionista a ser batido foi recebido com desdém pela equipe da municipalidade. O próprio marido da mandatária, então deputado federal Paulo Marinho (na época PL) debochou do opositor, que já havia sido derrotado nas eleições de 2000. “Não sabe discursar e não empolga”, dizia PM nos quatro cantos da cidade. O resultado final foi uma eleição consagradora de HC, num pleito histórico.

Em 2016, fato semelhante ocorreu. Há um ano daquelas eleições, parecia que Leo Coutinho (PSB) não teria sequer adversário. Contratado para fazer uma consultoria, o renomado publicitário Einhart Jacome da Paz sugeriu que os Coutinho esquecessem os Marinho – tradicionais adversários – e focassem suas atenções no vereador Fábio Gentil (PRB). O conselho de Einhart – um especialista em marketing eleitoral respeitado dentro e fora do Brasil – foi solenemente ignorado. Mais que isso, o Cabeludo foi subestimado. O resultado daquela eleição todo mundo sabe.

Daí que um dos grandes desafios, doravante, para o atual mandatário municipal caxiense, será conter a empolgação precipitada do universo de asseclas que gravitam em seu entorno. Essa gente costuma mais atrapalhar do que ajudar. E quando o barco afunda, são os primeiros a baldearem para a nau vencedora, porque são figuras sem pátria, que sempre estarão com aquele que vencer, independente do nome.



  Deixe seu comentario aqui



  0 comentário:

Nenhum comentário ainda foi registrado. Seja o primeiro a comentar!

Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts