Bolsa bate recorde histórico, enquanto economia sofre retração de 0,41%

Por RM

Postado em 20/03/2019 11:16:52



 

A lógica do mercado não trem nada a ver com a realidade do povo. O mercado é sedento por capital. Aliás, mais do que sedento, o mercado é insaciável. A atividade econômica do Brasil iniciou o ano em queda. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ou seja ajustado para o período) apresentou retração de 0,41%, em janeiro, em relação a dezembro, segundo dados divulgados nesta segunda-feira (18) pelo próprio Banco Central (BC). 

O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice é importante porque incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos.

Para instituições financeiras consultadas pelo BC, o PIB deve crescer 2,01%, neste ano. Essa notícia é muito ruim, porque pode representar mais desemprego este ano.

Mas, reparem bem...

Enquanto o Banco central revela retração de 0,41% na economia, o Ibovespa, principal indicador da bolsa de valores paulista, a B3, fechou em alta, também nesta segunda-feira (18), dia em que alcançou a marca de 100.000 pontos pela primeira vez, favorecido por expectativas positivas sobre o andamento da reforma da Previdência, além do viés de alta nos ativos de risco no exterior. A bolsa não sustentou o patamar – mas, ainda assim, bateu novo recorde de fechamento.

O Ibovespa terminou ontem o dia em alta de 0,86%, a 99.993 pontos. Antes, às 14h44, o índice atingiu o patamar de 100 mil pontos. Na máxima do dia, foi a 100.038. No acumulado do ano, a bolsa sobe por volta de 13%.

Entenderam?

Tanto faz se o povo vai ficar bem ou mal, para o mercado isto nada importa. O mercado está de olho é no pote que vai lucrar com a reforma previdenciária que vai penalizar o trabalhador brasileiro. O mercado quer botar as mãos em R$ 1 trilhão de reais – montante que o ministro Paulo Guedes está prometendo tirar da Previdência para colocar no mercado.



  Deixe seu comentario aqui



  0 comentário:

Nenhum comentário ainda foi registrado. Seja o primeiro a comentar!

Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts