Após nova condenação de Lula, esquerda reaquece teoria da conspiração contra o ex-presidente

Por RM

Postado em 07/02/2019 09:57:28



Lula foi avalista da "Refinaria de Bacabeira (MA)", mentira para reeleger a oligarquia Sarney em 2010 

A nova condenação do ex-presidente Lula da Silva levou membros e simpatizantes do PT a recorrerem à teoria conspiratória de todo o Poder Judiciário contra o líder petista. A sentença foi proferida pela juíza substituta Gabriela Hardt, da primeira instância da Justiça Federal do Paraná. É a segunda condenação de Lula na Operação Lava-Jato. A decisão cabe recurso – junto ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o mesmo que aumentou a pena imposta pelo então juiz Sergio Moro naquele caso do apartamento tríplex, passando de 9 anos e meio para 12 anos e 1 mês de prisão em regime fechado. 

A condenação a 12 anos e 11 meses pelos crimes de pela prática dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro tem a ver com aquele processo, também da Lava-Jato, que apura o recebimento de propina por meio da reforma de um sítio em Atibaia (SP).

Por desconhecer os autos do processo, este redator não entra no mérito que fundamentou a decisão da juíza Gabriela. Mas também não embarca nessa teoria de viés meramente ideológico que coloca o judiciário inteiro numa conspiração contra o ex-presidente. 

É fato que Lula foi, de longe, o melhor presidente na história recente do Brasil, sobretudo para o norte e nordeste do país. Sob seu governo o País vivenciou um período de fantástica distribuição de renda, que resultou, inclusive, numa sensível melhoria da qualidade de vida do povo brasileiro mais pobre.  Entretanto, o ex-presidente e seus camaradas erraram feio no quesito ética. Deixaram-se seduzir pelo brilho do poder e aderiram a velhas práticas imorais, até então comuns a partidos mais “manjados”, como PMDB, PFL, PP...

O PT se perdeu pelo caminho. Na busca insana por perpetuar-se no poder, o Partido dos Trabalhadores aparelhou o Estado. Roubou e deixou roubar, justificando que os fins justificariam os meios – o “tudo pela governabilidade”.

Então, com todo respeito aos que diferente pensam, esse papo de “preso político” é balela que enche o saco e só convence os mais apaixonados ideologicamente pelo lulopetismo – o amor é cego, como diz o ditado.

Também não cabe comparar a história de Lula, tirante a origem humilde, com a de grandes líderes da humanidade, como Nelson Mandela ou José Mojica, por exemplo. Aliás, mais que absurdo, tais comparações são heresias.

Enfim, esta nova condenação deve representar um melancólico fim na carreira política de Lula da Silva, uma pá de cal. Que triste!



  Deixe seu comentario aqui



  1 comentário:

Por: Maycon Lopes

Belo texto



Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts