A prisão do "Puliça" é um retrato do Brasil

Por admin

Postado em 30/01/2018 10:54:03



A prisão do vereador Gladston Silva, no último fim de semana, é mais um episódio que deveria envergonhar a classe política. O "Repórter Puliça" foi preso pela polícia após ser flagrado dirigindo supostamente embriagado. Foi a segunda vez que o "Puliça" foi parar no xilindró,depois que virou vereador. Em 2016, pouco antes do pleito que o elegeu, o moço chegou a ser denunciado por infringir a Lei Maria da Penha - a companheira retirou a denúncia, para sorte dele.

Um parlamentar do nível do "Puliça" é deprimente em qualquer lugar. Expõe o baixo nível de um parlamento. Em Caxias mais ainda. A cidade está entre as mais importantes do Estado e tem reconhecida história de homens públicos que marcaram época pelo conteúdo de seus discursos e atuações políticas. Não custa lembrar, pela Câmara Municipal de Caxias passaram, por exemplo, figuras do porte do ministro Edson Vidigal, ex-presidente do STJ, e do deputado Humberto Coutinho, que faleceu presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão. 
 
O problema é que a desqualificação da política brasileira não se resume à Caxias, parece se espalhar feito câncer em metástase. E pior: presos numa redoma, os políticos não se dão conta da realidade que os cerca. Ao insistir em nomear a deputada Cristiane Brasil para o Ministério do Trabalho, o presidente Michel Temer agrava o fosso imoral que parece tragar a imagem de nossos políticos. Condenada duas vezes pela Justiça Trabalhista, a mulher não tem condição nenhuma de virar ministra, menos ainda do Trabalho. Filha de Roberto Jefferson - um dos mais notórios canalhas e corruptos do País -, a insistência na nomeação da moça agride o bom senso e faz corar de vergonha todo cidadão minimamente consciente.

A imagem do político brasileiro nunca foi lustrada na boca do cidadão. A classe sempre foi "queimada". Ultimamente está pior e razões não faltam para essa "queimação" praticamente generalizada. Nossos representantes não param de parir situações vexaminosas. Mas nós, os eleitores, temos, sim, uma parcela significativa de culpa nesse processo degenerativo da ética e da moral que corrompe a seara pública. Figuras do naipe de um "Repórter Puliça", Cristiane Brasil, Roberto Jefferson, Michel Temer, e tantos outros ridículos mais, foram eleitos democraticamente, pelo voto direto do cidadão.



  Deixe seu comentario aqui



  3 comentários:

Por: jose da silva

sou de Caxias moro no rio de janeiro e acompanho os acontecimentos de Caxias minha cidade natal, e fico triste com esses acontecimentos.



Por: Jonas Pinto

Caro amigo Ricardo, O que me preocupa é inércia do povo frente às práticas absurdas que se repetem todos os dias Brasil a fora. Haja óleo de peroba!



Por: É um cagao





Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Últimos Posts