Missa de Sétimo Dia de falecimento do empresário Armando Vieira Chaves será hoje

Por RM

Postado em 14/02/2019 07:55:06



A  família do empresário Armando Vieira Chaves (foto) que faleceu, aos 78 anos, na sexta-feira (08) vítima de um infarto quando se recuperava de um AVC,  convida para a Missa de Sétimo Dia que será celebrada hoje em Caxias (MA).

Veja a nota:

"A Família do empresário Armando Vieira Chaves, ainda consternada pelo seu falecimento, convida a todos os familiares e amigos para a Missa de Sétimo Dia que será celebrada nesta quinta-feira (14), às 17h, na Igreja de São Benedito, na Rua Padre Gerosa, próximo à Praça Vespasiano Ramos, no centro de Caxias (MA).

Desde já a família enlatada agradece a todos que comparecerem a este ato de fé e solidariedade cristã.

“Eu sou a ressurreição e a vida. Àquele que crê em mim viverá, ainda que morra. E todo àquele que vive e crê em mim nunca morrerá.” (João, 11, 25:26)

  0 Comentários

Juiz Velozo se manifesta sobre “derrubada” de liminar que suspendia convocação de aprovados no concurso da Prefeitura de Caxias

Por RM

Postado em 13/02/2019 21:45:13



 

O juiz Antonio Manoel Velozo voltou a se manifestar pelas redes sociais sobre o imbróglio em torno do último concurso público da Prefeitura de Caxias (MA), depois que a desembargadora Nelma Sarney, da 2ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), acatou nesta quarta-feira (13) os argumentos apresentados em Agravo pelo procurador-geral de Caxias, Adenilson Dias, para derrubar a liminar concedida pelo juiz Sidarta Gautama Farias Maranhão, titular da 1ª Vara Cível da Comarca de Caxias, que suspendeu a convocação dos aprovados, acatando pedido do Ministério Público que alega uma série de supostas irregularidades no certame.

Em sua página pessoal do Facebook, Velozo foi sarcástico na postagem e gerou uma série de comentários entre seus seguidores.

Com a decisão da desembargadora Nelma Sarney, o Município deve convocar os aprovados no certame. Entretanto, a guerra jurídica travada entre o Ministério Público e a Procuradoria-Geral de Caxias pode ter novos capítulos, haja vista que a decisão da desembargadora abre prazo para que o Parquet apresente suas contrarrazões.

Por enquanto, o procurador-geral de Caxias, Adenilson Dias – com apoio de sua equipe de procuradores, claro – tem ganhado todas na peleja contra o MP. 

Aliás, por conta de seu desempenho à frente da Procuradoria-Geral do Município, o advogado Adenilson Dias tem recebido rasgados elogios da alta cúpula palaciana, sobretudo do prefeito Fábio Gentil, razão pela qual o procurador-geral tem sido alvo constante de fogo amigo nos últimos dias.

  2 Comentários

“Estávamos precisando”, diz prefeito de Aldeias Altas sobre entrega de ônibus escolar pelo Governo do Maranhão

Por RM

Postado em 13/02/2019 12:18:52



 

Foto: Karlos Geromy – SECAP/MA

O governador Flávio Dino entregou, na manhã desta sexta-feira (8), mais oito ônibus escolares, beneficiando cidades maranhenses de diferentes regiões. Com esta entrega, já são 110 ônibus e mais duas lanchas escolares entregues na gestão do governador Flávio Dino, que tem como prioridade o apoio e fortalecimento à educação nos municípios. Na oportunidade, ele anunciou que serão adquiridos 200 veículos que serão repassados à rede municipal de todo o Maranhão nos próximos anos.

Uma das cidades que receberam o ônibus foi Aldeias Altas.

"É de grande importância esse ônibus escolar, nós estávamos precisando mesmo. Em nome de Aldeias Altas, eu só tenho a agradecer ao Governo do Estado", disse Zé Reis, prefeito do município, que esteve presente na entrega.

“Os ônibus escolares são fundamentais para garantir o acesso à educação e a segurança dos nossos estudantes. Esta é uma importante ação da nossa política de apoio aos municípios”, destacou o governador, sobre a ação executada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, ressaltou que os veículos integram o Pacto pela Aprendizagem, que reforça o regime de colaboração com os municípios, focando na melhoria dos indicadores educacionais do Estado. “Além dos estudantes de sete municípios beneficiados com os ônibus, essa nova entrega é significativa, porque contempla, também, estudantes com Deficiência Intelectual e Transtorno do Espectro Autista, do Centro de Ensino de Educação Especial João Mohana”, declarou o secretário.

“Essa é mais uma conquista. Nós temos alunos que têm dificuldade de mobilidade e tem os que são cadeirantes, nossas paradas de ônibus muitas vezes não são acessíveis, e com o nosso ônibus eles podem ir até mais próximo das casas desses estudantes. As mães estão muito felizes porque era uma necessidade, os meninos vão ter qualidade de vida, porque têm um ônibus que tem toda uma estrutura e atende as necessidades deles. É com grande carinho e felicidade que nós recebemos mais essa conquista”, comentou a gestora geral do CEEE João Mohana, Luciana de Carvalho. 

Para Ana Alice Martins, mãe do estudante Eleilson Vale de Jesus, o novo ônibus garante mais segurança e conforto para o transporte do filho. Ela conta que eles são moradores do bairro Sá Viana, na área Itaqui Bacanga, e o transporte diário do estudante para a escola por vezes é dificultoso por conta da falta de transporte público adequado.

“Moramos longe da escola e quando a gente pega o transporte público é muito cansativo e estressante. E no ônibus escolar até os próprios estudantes ficam mais comportados e felizes, e nós pais também não ficamos estressados. Sem contar que esse benefício vai trazer mais segurança e conforto também”, afirmou a mãe.

COLABORAÇÃO

O governador lembrou que o Estado implementou, em janeiro deste ano, o Pacto Maranhense pela Aprendizagem. Integrando o macro programa Escola Digna, o Pacto tem como objetivo fortalecer a Educação Infantil, para melhoria do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), nos 217 municípios maranhenses. E se torna ainda mais importante, segundo o governador Flávio Dino, com o iminente fim, em 2020, do Fundo Nacional de Educação Básica (Fundeb), que tanto beneficia os municípios brasileiros.

O governador explica que tem, atualmente, a preocupação, além de cuidar do regime de colaboração em ambiente estadual, de lutar para que, em âmbito nacional, haja a continuidade de repasses para educação municipal, com a renovação do Fundeb.

“O Pacto está em franca execução. E esse conceito que temos implementado, de que, além de cuidar do âmbito das competências estaduais, nós também apoiamos os municípios, uma vez que o sistema educacional é integrado. Temos colocado muito vivamente a necessidade desse regime de cooperação continuar, uma vez que a legislação que criou o Fundeb terminará sua vigência agora em 2020, o que seria desastroso para os municípios de todo o país, especialmente, para os municípios do Maranhão”, explicou o governador.

“Estamos, então, procurando dar o exemplo, de que a união de fato propicia mais qualidade na educação, ao mesmo tempo em que temos alertado a nação acerca da necessidade do Congresso Nacional renovar o Fundeb, que seria fundamental para que, após 2020, os municípios continuem tendo recurso para investir em suas próprias redes”, completou.

Fonte: Secretaria de Comunicação Social e Assuntos Políticos – SECAP/MA

  0 Comentários

Prefeitura torna fazer intervenção inteligente no trânsito de Caxias

Por RM

Postado em 13/02/2019 09:14:22



 

O cruzamento na imagem acima fica entre as avenidas Marechal Costa e Silva – continuação da Jerusalém – e Benjamin Constant, no bairro Castelo Branco. É passagem de acesso à Refinaria, para quem vem da Nova Caxias ou Cohab. Trata-se de um dos mais movimentados cruzamentos de Caxias (MA), dependendo do horário. Cruzá-lo era péssimo, exigia um jogo de paciência e atenção que estressava qualquer condutor. Sem sinalização, todos se consideravam na preferencial. Foram muitos os acidentes registrados naquele trecho, sobretudo envolvendo motocicletas. Finalmente, a prefeitura atacou o problema. De maneira inteligente e sem precisar gastar muito. 

Agora, depois de décadas sem que o problema fosse atacado, a prefeitura interveio no cruzamento com uma minirrotatória e afixou placas de ‘pare’ em todos os sentidos. A preferencial foi abolida, doravante todos os veículos estão obrigados a parar, independentemente de que sentido venham.

Outro dia um leitor do Blog chamou atenção deste redator para o fato de, em artigo elogioso sobre as intervenções no trânsito de Caxias (veja aqui), não ter citado o nome do servidor responsável.

“Toda crítica fundamentada é sempre bem-vinda, mas o elogio pertinente e sincero também”, disse o leitor, que é amigo em comum deste redator e do secretário de Transportes de Caxias, Alberto Simão, o ‘Betim’, responsável pelas intervenções no trânsito da cidade.

 

De fato o leitor tem razão. Se na crítica vai exposto o nome do gestor e/ou responsável pela pasta/setor, é justo que o texto elogioso revele o autor da benfeitoria. No caso dessas intervenções no trânsito de Caxias, o “pai da criança” é o gente boa Betim (foto). E com apoio, claro, do prefeito Fábio Gentil (PRB).

  0 Comentários

Print fofoca: Papo entre vereadores propositivos

Por RM

Postado em 12/02/2019 19:01:37



  0 Comentários

Defensoria garante a jovem o fornecimento de medicação especial extraída do canabidiol

Por RM

Postado em 12/02/2019 12:18:38



 

A Defensoria Pública do Estado do Maranhão (DPE/MA) conseguiu garantir, na Justiça, o fornecimento da medicação especial extraída do Canabidiol, denominada Óleo de Canabis, a uma jovem de São Luís, pessoa com deficiência múltipla. Com a decisão judicial, o Estado do Maranhão e o Município de São Luís ficam obrigados a fornecer a medicação à paciente. 

A jovem A.J.S.A. é portadora de síndrome de Rett, uma doença neurológica provocada por uma mutação genética que atinge, na maioria dos casos, crianças do sexo feminino, e se caracteriza pela perda progressiva de funções neurológicas e motoras.

Por causa da sua condição, a paciente tem crises convulsivas de difícil controle. Em busca de um tratamento, a médica que a acompanha já testou todos os medicamentos convencionais do mercado farmacêutico, mas nenhum teve eficácia. Somente a medicação a base de canabis medicinal apresentou efeito positivo no controle das crises.

Para o tratamento, a jovem precisa fazer uso da medicação a cada oito horas, o que implica no uso de seis frascos do remédio por ano. Como a medicação prescrita possui um custo elevado, é de controle especial e a paciente não tem condições de manter o custeio do produto, sua mãe tentou obtê-lo por via administrativa junto à Secretaria Municipal de Saúde de São Luís e à Secretaria de Estado da Saúde. No entanto, não obteve resposta satisfatória.

Como a jovem não pode ficar sem tomar a medicação pleiteada, por se tratar da única alternativa de tratamento, sua mãe acionou a Defensoria Pública do Estado.

TUTELA

Diante da gravidade da situação, o defensor público Cosmo Sobral da Silva, um dos titulares do Núcleo do Idoso, da Pessoa com Deficiência e da Saúde, ingressou com ação para concessão da tutela de urgência para que os entes públicos fossem obrigados a adquirirem e fornecerem a medicação de modo contínuo. 

No pedido, o defensor público destaca que o direito à saúde, desde o tratamento médico até a distribuição gratuita de medicamentos e insumos, já foi consolidado como obrigação estatal perante a jurisprudência. "Não socorrer àquele que busca, através de uma política pública, a plena aplicabilidade do direito à vida, à saúde e à locomoção, implica no descumprimento dos preceitos constitucionais por omissão, que se revela contrária ao Estado Democrático de Direito", frisou Cosmo Sobral.

Nesta semana, a Justiça deferiu o pedido, determinando ao Estado do Maranhão e ao Município de São Luís a promoção, no prazo de 48 horas, da medicação para a jovem. O procedimento poderá ser realizado na rede conveniada com o SUS e, na impossibilidade, os entes públicos deverão arcar com os custos na rede particular, sob pena de multa diária de R$ 500. 

CANNABIS

Ainda segundo o defensor Cosmo Sobral, a referida decisão pode beneficiar muitos pacientes em situação semelhante, que sejam portadores de doença neurológica grave e que o uso da medicação convencional não é mais eficaz. No entanto, para fazer uso medicinal da cannabis é obrigatório apresentar laudo demonstrativo que ateste que já foram tentados, sem sucesso, todos os tratamentos registrados, e a necessidade do uso da substância.

A medicação extraída do Canabidiol ainda não possui registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Mas, em 2017, a Justiça Federal na Paraíba (JFPB) decidiu que a Associação Brasileira de Apoio Cannabis Esperança (Abrace), em João Pessoa, pode manter o cultivo e manipulação da maconha (Cannabis sativa) para fins medicinais. Como a jovem A.J.S.A. é associada à Abrace, ela pode ser beneficiada pela determinação.

Fonte: Socorro Boaes – da Assessoria de Comunicação da DPE/MA

  0 Comentários

Clipe que incentiva candidatura de juiz Velozo a prefeito de Caxias viraliza nas redes sociais

Por RM

Postado em 12/02/2019 09:26:46



Amigos e simpatizantes do juiz Antonio Manoel Velozo voltam a se manifestar a favor de sua candidatura a prefeito de Caxias na eleição do próximo ano. Desta feita em mensagem direta e sem rodeios. Por meio de um clipe que viralizou nas redes sociais,  o magistrado é instigado a se assumir pré-candidato. A manifestação é a mais incisiva que se viu até aqui na Princesa do Sertão, voltada à disputa do Palácio da Cidade em 2020.

A produção do clipe é artesanal, mas a força da mensagem transmitida é avassaladora. Embalados pela música ‘Proibido o Carnaval’, de Daniela Mercury em parceria com Caetano Velozo, um texto em caracteres ocupa a tela com frases do tipo: “Nossa Caxias precisa de mudança”. “2020 está chegando”. “Está na hora de escolhermos o V para nosso prefeito em 2020”. “Valeu V, te esperamos em 2020”.    

Verdade que o nome ‘Velozo’ não é nominalmente citado em momento algum do clipe, entretanto não se trata de uma mensagem subliminar. O significado do “V” em questão está explicitado pela atual conjuntura do cenário pré-eleitoral de Caxias, onde o nome dele, Velozo, é debatido e incensado diariamente pelas esquinas e rodas de conversas da cidade.

O fato é que a pressão para que Velozo deixe a magistratura e se anuncie pré-candidato cresce cada vez mais.  Resta saber até quando ele conseguirá resistir ao cerco. Façam suas apostas!

  3 Comentários

Um adeus ao argentino mais amado do Brasil

Por RM

Postado em 11/02/2019 17:35:46



 

Quis o destino que o Brasil perdesse Ricardo Boechat quando o jornalismo brasileiro mais precisava dele. A morte do jornalista revela-se uma tragédia para o bom jornalismo. O País perde uma de suas vozes mais eloquentes e de maior credibilidade; que não se furtava criticar quem quer que fosse, porque não se permitia pautar sua crítica pela corrente ideológica – o pau que dava em Francisco era o mesmo que dava em Chico. 

E o cidadão comum brasileiro fica órfão dessa voz num exato instante em que a liberdade de expressão se sente acuada por um governo de viés autoritário, cujas primeiras medidas adotadas visam, claramente, limitar a atuação dos jornalistas com uma série de medidas estapafúrdias que, de tão restritivas, flertam com a censura.

Ricardo Boechat não era somente um renomado e influente jornalista. Muito mais que isto, o argentino que escolheu o Brasil para viver era um jornalista que verdadeiramente amava jornalismo; Que tinha o jornalismo pulsando em suas veias e era, acima de tudo, espontâneo.

Nesta última característica, aliás, residia a origem de seus rompantes, que não raro colocavam em cheque sua imagem – não a do jornalista, porque esta era irretocável, mas a pessoal –, quando perdia as estribeiras no ar para chamar atenção de colegas.  Os que trabalhavam ao lado dele na Redação, sobretudo do Jornal da Band e da BandNews FM, vira e mexe se viam obrigados a explicar que aquelas “broncas”, além de pertinentes para a qualidade do trabalho da equipe, eram importantes para o crescimento profissional de cada um e não expressavam a figura do profissional amigo, leal e extremamente bem-humorado do dia a dia.

O mundo não acaba com a morte de Ricardo Boechat nesta fatídica segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019. Porém, a lacuna deixada por ele no jornalismo brasileiro jamais será preenchida, ainda que a vida siga seu rumo e outras histórias precisem ser contadas.

  1 Comentários

Deputado Adelmo Soares no #SQN

Por RM

Postado em 11/02/2019 11:54:58



Descontraído, Adelmo tirou até 'selfie'

Acatando convite deste redator, o deputado estadual Adelmo Soares (PCdoB) esteve no #SQN (Hashtag Só Que Não) – nosso encontro de todos os sábados pela Rádio Sinal Verde FM de Caxias (MA). Adelmo esteve bem à vontade e falou sobre vários temas, sobretudo políticos, das searas local e estadual.

Adelmo Soares revelou ter sentido, na primeira semana de trabalhos na Assembleia Legislativa do Maranhão, uma diferença substancial entre a atuação no parlamento municipal – ele foi vereador de Caxias durante quatro mandatos, até afastar-se para virar secretário estadual da Agricultura Familiar no governo Flávio Dino (PCdoB) – e o estadual. “Na Assembleia, tudo tem dimensão bem maior, a repercussão do que se passa em plenário, sobretudo, é enorme.”  

Sobre a aliança com o prefeito Fábio Gentil, oficializada na última sexta-feira (08) com a posse da vereadora Aureamelia Soares na Secretaria de Políticas Públicas para as Mulheres de Caxias, Adelmo disse que é importante porque é boa para ambos os lados. Ele acredita que o governo ganha ainda mais consistência e que não há a menor intenção de ocupar espaços de quem quer que seja. “Viemos para somar”.

O comunista elogiou a atuação dos deputados estaduais domiciliados em Caxias – além dele próprio, Zé Gentil (PRB) e Cleide Coutinho (PDT) – pela qualidade das indicações feitas durante a primeira semana de trabalhos. “São indicações importantes para Caxias e região porque atacam problemas que precisam ser enfrentados, sobretudo naquilo que diz respeito à segurança no trânsito de Caxias e estradas que cortam a região”.

Veja aqui a íntegtra do #SQN que foi ao ar no último sábado (09).

  0 Comentários

Weverton Rocha avisa que vai jogar duro contra o Governo Bolsonaro e que “ainda não existe 2022”

Por RM

Postado em 11/02/2019 09:22:51



 

Senador Weverton Rocha (PDT/MA)

Ao afirmar, em entrevista ao influente blog O Antagonista, que o PDT não travará “briguinha de comadres” com o Governo de Jair Bolsonaro (PSL) no Congresso Nacional, argumentando que “é isso que eles querem”, o senador pedetista Weverton Rocha mandou um recado direto: a representação do seu partido no Senado – quatro senadores – e na Câmara Federal – 28 deputados federais – vai jogar duro contra o novo Governo, deixando de lado assuntos menores como as traquinagens financeiras de Fabrício Queiroz e as supostas malandragens corruptas do ex-chefe dele, o atual senador fluminense Flávio Bolsonaro (PSL), para desafiá-lo com a abordagem de temas que realmente interessam à Nação. Weverton Rocha, que lidera os senadores do pedetistas vão se comportar como uma bancada de Oposição atuante, que levará muito a sério o embate político que dominará as duas Casas do Congresso Nacional nos próximos tempos. “Não vamos entrar nessa de menino veste azul e menina veste rosa”, avisou. 

A julgar por suas declarações, o senador Weverton Rocha dará continuidade no Senado à linha de que manteve nos seus dois mandatos de deputado federal. Naquele período, apoiou com empenho o Governo da presidente Dilma Rousseff (PT), esteve na linha de frente contra o impeachment da presidente – que classificou de golpe – e atuou como opositor implacável do Governo do presidente Michel Temer (PDT), principalmente no que diz respeito a questões trabalhistas. E o fez por convicção política e inteiramente de acordo com a linha de ação estabelecida pelo comando nacional do partido, do qual é membro de proa. E foi o empenho e a interpretação correta do brizolismo moderno que o tornaram vice-líder e depois líder da aguerrida bancada do PDT na Câmara Federal, posto que exerceu com fidelidade absoluta ao credo partidário.

Não surpreende sua postura como líder da bancada do PDT no Senado, ao anunciar que não pretende dar um segundo de trégua ao Governo de Jair Bolsonaro nem cair na estratégia bolsonariana de transformar cor de roupa de criança em decisão crucial para camuflar questões maiores, que realmente interessam, como a redução das desigualdades sociais no Brasil. Sua posição oposicionista ao Governo do PSL foi bem definida e exposta durante a campanha, primeiro com o apoio à candidatura pedetista de Ciro Gomes, e depois ao abraçar a candidatura do petista Fernando Haddad no segundo turno.

Durante a campanha, Weverton Rocha sustentou um discurso de centro-esquerda, enfaticamente contrário ao do candidato Jair Bolsonaro, posicionando-se com o seu adversário antes, durante e depois da campanha. E reafirmou a linha de ação ao assumir o mandato senatorial.

Na entrevista a O Antagonista, o líder do PDT no Senado foi equilibrado quando lhe perguntaram se o partido manterá a candidatura de Ciro Gomes em 2022, ou apostará numa eventual candidatura do governador Flávio Dino (PCdoB).

“Vamos trabalhar para que exista 2022. Não dá para falar em Ciro, se não tivermos 2022”, disse o parlamentar, de maneira quase enigmática, reforçando a impressão de que o seu partido nutre simpatia pelo projeto de candidatura presidencial do governador do Maranhão, que já ganha espaço em partidos de centro, centro-esquerda e esquerda. (Na quinta-feira, Flávio Dino foi lançado candidato a presidente em evento nacional da UNE, em Salvador). A cautela do senador em relação à posição do PDT na corrida presidencial para 2022 faz sentido, à medida que o “fator” Flávio Dino contraria frontalmente o “fator” Ciro Gomes.

Tarimbado nas guerras dentro do PDT, no campo do centro-esquerda e nas entranhas do Congresso Nacional, o senador Weverton Rocha se impõe a cada dia como um líder político de peso, com força indiscutível dentro do seu partido, no cenário político estadual e agora na Câmara Alta. E quem o conhece e acompanha seus movimentos não tem dúvida que ele fala sério quando avisa que será páreo duro para o Governo de Jair Bolsonaro e das forças da direita.

Fonte: Repórter Tempo

  0 Comentários

Busca no blog

Sobre Ricardo Marques

Advogado (OAB/MA 9572)
Jornalista (904/MA - MTE)
Radialista (3586/CE - MTE).

Charges

Últimos Posts